• 01.jpg
  • 02.jpg
  • 03.jpg
  • 04.jpg
  • 05.jpg
  • 06.jpg
  • 07.jpg
  • 08.jpg
  • 09.jpg
  • 10.jpg
  • 11.jpg
  • 12.jpg
  • 13.jpg
  • 14.jpg

Vila Nova de Foz Côa

Museu do Coa VNFoz Coa

Extraordinária aventura da arqueologia nacional e o certificado de cidadania que marcou as políticas do património nos anos da transição do milénio.

Confirmada que foi, primeiro pela arqueologia e logo depois pela UNESCO, a importância patrimonial dos sítios arqueológicos e de arte rupestre paleolítica (mas também pós-glaciar) do Vale do Côa, o Museu do Côa era a etapa que faltava. Depois de um primeiro projecto arrojado, mas falhado, junto à ensecadeira do Côa, o museu, da mesma forma que a arte Magdalenense do ciclo paleolítico, deslocou-se para a foz do mítico Côa.

O local escolhido é comummente elogiado pela amplitude e deslumbramento de horizontes.

O edifício é uma obra emblemática de "arquitectura da terra", alongado e muito bem encaixado no topo de uma colina, uma entrada nobre qual falha ziguezagueante por onde a luz se vai escoando e forçando o visitante a sentir-se penetrar as entranhas da terra e do tempo mítico. Intencionalmente e ao contrário do que se poderia pensar, não é esta a mais evidente introdução à descoberta de uma arte da luz (como é a do Côa) como a que adiante se expõe, mas o percurso simbólico de um caminho sinuoso que foi o do desbravar de um novo paradigma artístico perdido na escuridão dos milénios.

Uma região cheia de história, cultura, tradição e de belas paisagens!

Na região pode visitar o Castelo de Pinhel, a cidade de Almeida e algumas aldeias históricas.
Ao ficar alojado na Quinta da Pias terá ao seu dispor várias brochuras turísticas da região.

Ver mais

Programas de turismo biológico

alt

Programa ideal para quem quer viver por uns dias fora da rotina da cidade, ou simplesmente quer sentir o campo, mas dormir no conforto de um quarto com design moderno e tranquilo.

Conheça os beneficios programa férias na quinta.